POR FAVOR SE COPIAR O CONTEÚDO DO BLOG DÊ CRÉDITOS, SE NÃO PODE SER PROCESSADO! OBRIGADO
Domingo, 15 de Julho de 2012

«A IMPERATRIZ» - EPISÓDIO 1 [ESTREIA]

Bem-vindos à estreia desta que promete ser a série do ano! «A Imperatriz» é a primeira série do MDD sendo a terceira produção-escrita do blog (anteriormente : «Sempre, Meu Amor»; «LOL!»). «A Imperatriz» é também a primeira série baseada no núcleo cómico de uma novela, mais propriamente »Rosa Fogo» de Patrícia Müller.  Quer conhecer «A Imperatriz» então do que está à espera? Leia o primeiro grande episódio!

 

1ºEpisódio - "O Regresso de José"

 

 Tudo começa no dia 30 de Junho de 2011, quando Alzira decide entregar a sua confeitaria para as mãos dos seus filhos, Alberto e Samuel e perduar Glória. Entretanto passa um ano e Alberto, Samuel e Glória já gerem a "Imperatriz" porém os três juntos...

 

 

30 de Junho de 2012 - 14H

 

-Glória, Glória!!! Então os bolos já estam feitos? Tenho 6 pessoas à espera! Alberto!!! Perciso das miniaturas!!!! Sílvia larga imediatamente o telemóvel, tu estás a trabalhar! - diz Samuel setressado.

 

-Desculpa mas tenho de sair, a Vera está doente e está em Angola, o Francisco não sabe o que ela tem! - diz Sílvia dessesperada.

 

-Mas vais para África agora!? O Francisco é que é o médico! Alberto!!! Glória!!! Os bolos!!! - grita Samuel cada vez mais desesperado.

 

-Adeus! - diz Alberto!

 

-O quê? Aonde é que vais??? Alberto... - diz Samuel completamente desesperado.

 

-Vou com a Sílvia para África! - responde Alberto.

 

-Tás maluco!? E deixas o trabalho assim? Glória!!!!!!! Os bolos!!!! Responde Alberto! - diz Samuel enfurecido.

 

(Derrepente ouve-se um estrondo seguido por um berro de Glória.)

 

-Ai! Os meus bolinhos! (começa a chorar) - diz Glória.

 

-Glória, o que se passa? - pergunta Samuel desesperado.

 

-Os bolos caíram e não há mais farinha!!! - diz Glória chorando.

 

-O quê???? - diz Samuel indo para a cozinha. Enquanto isso Alberto sai a correr para ir ter com Sílvia.

 

-Glória! Mas o que é isto!??? Eu devia era ter ficado na ForElla! Agora o que é que eu faço!? - resmonga Samuel.

 

- NÃO SEI! - diz Glória.

 

- Mas eu sei! Estás despedida! - grita Samuel.

 

- O quê??? - exclama Glória. Não me podes despedir, quem pode é a minha prima, a tua mãe.

 

- Muito bem, não sais tu, saiu eu! - diz Samuel deitando no chão a farda da "Imperatriz", deixando a Glória em lágrimas.

 

- O que vai ser mim agora? Ai a prima Alzira! É melhor eu fugir, espera já sei! - diz Glória com um ar de louca e saindo da cozinha, indo para o pé dos clientes. Lamento muito, mas os bolos estão fora do prazo. - diz Glória.

 

 

 

 

Academia Bia May - 14H15

 

- Maria? Onde estás? - pergunta Estêvão.

 

Entretanto surge um vulto ao longe...

 

- Quem está aí? - pergunta Estêvão. Maria és tu?

 

- Não! Sou eu! - diz José puxando Maria pelos cabelos, apontando-lhe uma arma à cabeça.

 

- José? Você não tinha morrido? Solte-a. - diz Estêvão.

 

- Ahhhhh! Oh pintarolas baixa a bolinha que o guarda-redes é anão. A Maria é minha e eu só saiu daqui com a minha fortuna. - diz José.

 

-Estêvão! Sái daqui! Já! - grita Maria.

 

-Eu só saiu daqui contigo! - diz Estêvão.

 

-Acho que devias ir procurar o Dioguinho, pois, sei lá, pode estar a afogar-se numa banheira... - diz José.

 

-Se eu descubro que fez alguma coisa ao meu filho eu juro que acabo consigo! - esclama Estêvão.

 

-Vai buscá-lo Estêvão! Salva o Diogo! Eu fico bem a sério! - diz Maria.

 

- Tens a certeza? - pergunta Estêvão desesperado.

 

- Já chega de tenta lamachismo, vai buscar o teu filho e pronto! Vai! - diz José apontando a arma a Estêvão.

 

-Eu vou. - diz Estêvão saindo da academia.

 

-Finalmente sós! - diz José enporrando Maria para o chão.

 

-O que quer de mim? - diz Maria com raiva.

 

-Quero-te morta. - responde José fazendo força no gatilho da arma.

 

-Se quer matar-me mate-me agora! Faça-o, tá à espera de quê? - grita Maria.

 

-Pronto eu mato! - diz José, mas nesse mesmo momento entra Anita na academia e fica estupefacta com o que vê.

 

-Bem estou a ver que isto virou espetacúlo. - diz José disparando sobre Anita que cai inaminada no chão.

 

-Anita!!!!!!! Anita.... - grita Maria desesperada.

 

-Cala-te!!! Esta já morreu e agora és tu! - grita José.

 

Entretanto Maria olha nos olhos de José e estes sentem-se mal, e caiem no chão desmaiados. Nesse momento entra Sergei que entra em estado de choque, porém acaba por chamar a ambulância mas acaba preso dentro do escritório da BiaMay (onde estava o telefone), por um possível aliado de José.

 

 


 

Na Casa de Ambrósio - 15H

 

-Meu amor Ambrósio, diga-me cá uma coisa. - diz Alzira.

 

-Diga meu amor. 

 

-Quando é que chega Aida e o Vítor lá daquela viagem pelo mundo. - diz Alzira.

 

-Ah! A Aida chega no Natal mas o Vítor vem para a semana para preparar a abertura da novo «O Barbalho de Sevilha» em Óbidos. - responde Ambrósio.

 

(Ouve-se a Campainha na Porta)

 

-Vou ver que é. - diz Ambrósio. 

 

(Ambrósio abre a porta)

 

-Rápido venham! A Anita levou um tiiro e a Maria está presa na BiaMay com o tal falso José! - diz Glória.

 

-Ai Santo Deus, só espero que esteja tudo bem! E o Sergei? - pergunta Alzira aflita.

 

-O Sergei também está lá preso, venham rápido! - insiste Glória.

 

-Pronto nós vamos! - respondem Alzira e Ambrósio em coro.

 

 

 

 

(Na Rua) Em frente da Bia May - 15H10

 

-Então eles já saíram? - pergunta Glória.

 

-O Sergei não consegue sair pois alguem trancou a academia por fora e ele está preso no escritório, pelo menos foi o que se percebeu pelos gritos! - diz Samuel.

 

-Quem mais tem a chave? - pergunta Ambrósio.

 

-O Estêvão e a D.Gilda mas o Estêvão não atende e a D.Gilda está na quinta de Óbidos. - responde Alberto.

 

-Mas a Maria não tem a chave? E o José ele não tinha morrido? - pergunta Alzira.

 

-A porta foi trancada por fora, só pode ser aberta por fora, é anti assaltos! E o José, pelo o que me têm dito, não era o filho da D.Gilda! - diz Ambrósio.

 

-Ai meu deus! Ai nem quero pensar na cara na Regina e do Júlio quando soberem que a filha morreu! - diz Glória com um ar pessimista.

 

-Mas qual morreu, qual carapuça! Ela tá bem viva...esperemos... - diz Ambrósio.

 

(Ouve-se um grito vindo da academia)

 

-É o Sergei! - exclama Samuel.

 

-Sergei! Está tudo bem, o que se passa? - pergunta Alberto batendo à porta.

 

(A academia começa a arder)

 

-Oh meu deus! - grita a população do bairro.

 

(Aparece Estêvão)

 

-Maria!!!! - grita Estêvão correndo. - Maria!! Maria!! - grita começando a chorar.

 

-Calma! A polícia já vem a caminho! - diz Samuel tentando acalmar Estêvão.

 

-Eu não quero a polícia eu quero os bombeiros! A Maria corre perigo de vida! Não entedes? - chora Estêvão.

 

-Estêvão, a Anita levou um tiro, o Sergei foi preso no cabinete e a Maria e o José estam desmaiados no chão... - diz Samuel.

 

-O quê? O Sergei está lá e não faz nada! -  chora Estêvão.

 

- O Sergei está preso no cabinete e aquilo está a arder! - responde Samuel.

 

-Quem é que os fechou lá dentro? - grita Estêvão enfurecido.

 

-Alguém da laia do José! E acredites ou não, isto parece que já estava planeado! - diz Samuel.

 

-Quem é que faria mal à Anita? E ao Sergei? À Maria ainda entendo visto que o José quer o dinheiro dela! - diz Estêvão.

 

(chegam os bombeiros e a polícia)

 

-José abra a porta! - grita Manuel.

 

-A porta tem de ser aberta por dentro imbecil! - grita alguém.

 

-Muito bem afastêm-se da porta por favor! - avisa Mendes.

 

(Manuel dispara contra a fechadura rebentado-a.)

 

-Entrem, entrem! - grita um bombeiro.

 

-Manuel, quem fez isto? - pergunta Estêvão pegando Diogo ao colo.

 

-Ainda não sei, mas tem de ter calma, pelo o que sabemos a única pessoa ferida é a Anita.

 

(Anita é levada para fora da academia numa maca)

 

-Anita! Por favor filha não nos deixes!!! FILHA!!!! - grita Regina desesperada.

 

-Calma Regina. - diz Júlio.

 

-Como queres que tenha calma a nossa filha pode estar morta! - grita Regina.

 

-Dr. ela está bem? - pergunta Júlio acabando a conversa com Regina.

 

-A vossa filha está num estado muito critico, ela foi baleada no estômago e perdeu muito sangue, o diagónistico ainda é muito reservado, de qualquer maneira aseguro-vos que ela ficará bem. - diz o médico.

 

-Podemos ir com ela? - pergunta Regina um pouco mais calma.

 

-Infelizmente não, pois vão ocupar espaço e nós não sabemos se temos alguém num maior estado cítico do que a Anita. - responde o médico.

 

-Como? A minha filha levou um tiro no raio da barriga e vocês acham que ha alguém em pior estado do que ela? Estão a bricar comigo? Eu só lhe digo uma coisa, se aquele José estiver em pior estado do que a minha filha, quem o mata sou eu e é com as minhas próprias mãos! - diz Regina começando a chorar.

 

(Sai Sergei da academia, também acamado)

 

-Dr., como está o Sergei? - pergunta Samuel.

 

- O Sergei está bem, está inconsciente devido ao fumo que respirou deverá acordar em minutos, de qualquer maneira tem de ter acompanhamento médico. - diz outro médico.

 

-Já podemos ir com a nossa filha? - pergunta Júlio.

 

-Já chamámos outra ambulância para transportar os feridos. - diz o médico.

 

-Mas a minha filha tem de ser transportada para o hospital rápidamente! - insiste Júlio.

 

-Eu sei mas não posso levá-la já! Tenho de esperar. - responde o médico.

 

(Sai Maria também acamada)

 

-Maria!!!! - grita Estêvão corendo para a maca um está Maria.

 

-Afaste-se por favor. - diz o médico.

 

-Sim, tem razão. - diz Estêvão a chorar. - Como é que ela está?

 

-Ela acabou de chegar, mas tem algumas marcas de antigas feridas que parecem ter cido abertas, como tivesse sido espancada e está possivelmente em coma, pois bateu com muita força no chão quando desmaiou e respirou muito fumo. - diz o médico.

 

-Em coma? Está a brincar comigo? - diz Estêvão a chorar.

 

-Lamento, mas ainda é muito cedo para sabermos ao certo o que tem a menina Mayer. - responde o médico.

 

-Não encontro o outro corpo! - diz um bombeiro saíndo da academia (que já não se encontra em chamas).

 

-Como não encontras? Ele estava desmaiado! As pessoas não desaparecem assim do nada! - diz outro bombeiro.

 

-Encontrem-no! Foi ele que causou isto tudo! Ele é procurada à anos pela PJ! - avisa Manuel.

 

-Bem eu vou para para 'A Imperatriz' porque tenho trabalho lá e o Alberto vai para África e o Samuel despediu-se! - diz Glória com um ar natural.

 

-Gloria? Glória? - diz Alzira, no entanto Glória já tinha ido embora.

 

-Vou comprar Farinha! - diz Glória dizendo adeus com a mão de costas voltadas.

 

Continua...

Voltamos no próximo dia 22 pelas 21H, o horário habitual de «A Imperatriz»!

publicado por Administrador às 21:00
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De MYWORLD a 15 de Julho de 2012 às 21:12
ImageA NOVELA É FANTÁSTICA!!!!!
De Administrador a 15 de Julho de 2012 às 21:35
Obrigado MY WORLD! Mas quem está de parabéns são os nossos escritores! Se gostou deste prepare-se pois o segundo episódio promete ainda mais emoções! OBRIGADO!
De MW - OFICIAL a 16 de Julho de 2012 às 13:04
Image


O MEU BLOG TERÁ UM NOVO ENDEREÇO E UM NOVO SITE


É http://blogswix.wix.com/mwnew (http://blogswix.wix.com/mwnew)


E O BLOG É http://oficialmw.blogspot.pt/ (http://oficialmw.blogspot.pt/)


PS. EU VOU TER UMA NOVA SÉRIE - PERRY


SE QUISERES PODES UTILIZA-LÁ


SÓ TE POSSO DIZER QUE O PERRY VAI SE SEPARAR DA FAMÍLIA!


ESTREIA EM AGOSTO!
De Pedro a 15 de Julho de 2012 às 21:43
Gostei bastante, mas para primeiro episódio é bastante rápido e pouco emotivo! 

Comentar post